terça-feira, 5 de julho de 2011

Substituído por Mano, Robinho 
tem vaga ameaçada e está na 
berlinda

Jogador do Milan foi substituído no empate com a Venezuela, em La Plata. Elano e Lucas são as opções para o seu lugar, e Fred corre por fora

robinho brasil arango venezuela copa américa (Foto: Mowa Press)Robinho contra a Venezuela: atuação apagada
(Foto: Mowa Press)
Robinho não fez uma boa estreia na Copa América no empate em 0 a 0 com a Venezuela. E o atacante, que não faz um gol pela Seleção Brasileira desde a eliminação para a Holanda na Copa de 2010, há um ano, está na berlinda. Mano Menezes admite que pode mudar o time para o duelo com o Paraguai, sábado, em Córdoba, pela segunda rodada do Grupo B da Copa América. E a alteração seria no setor ofensivo, que foi criticado após o jogo contra a Venezuela. Dos nove jogos da Era Mano Menezes, Robinho esteve em campo em oito. Todos como titular. Mas foi substituído sete vezes. Apenas na derrota por 1 a 0 para a Argentina ele permaneceu os 90 minutos. 
O camisa 7 foi o primeiro a ser substituído por Mano Menezes na partida do último domingo. Quando viu Fred do lado de fora, pronto para entrar, pensou que o escolhido para sair seria Alexandre Pato. Avisou o companheiro. Mas quando a placa subiu, percebeu que seria ele mesmo a deixar o gramado. No tempo em que esteve em campo, o jogador do Milan não teve uma atuação como nos bons tempos. Não se aproximou de Ganso, o principal armador, e perdeu uma chance clara de gol.
- Respeito a opinião do Mano e também respeito o jogador que entra na minha posição, porque está no banco esperando uma oportunidade. Mas claro que nenhum jogador gosta de ser substituído – declarou o atacante do Milan durante sua passagem pela zona mista do estádio Único de La Plata.
Robinho ainda tem crédito com Mano Menezes. Mas o treinador observa as alternativas. Embora Fred tenha entrado em seu lugar, é difícil que o técnico brasileiro utilize dois centroavantes, e Pato foi um dos poucos a se destacar no empate com a Venezuela. Dificilmente sai do time agora.
Claro que nenhum jogador gosta de ser substituído "
Robinho
As outras duas peças que o comandante da Seleção tem em mãos para a função atual de Robinho estiveram em campo no segundo tempo contra a Venezuela: Elano e Lucas. O primeiro poderia atuar mais recuado ao lado de Paulo Henrique Ganso, ajudando até mesmo a compor o setor de contenção.
Já o segundo faria exatamente a mesma coisa que Robinho, sendo um atacante que vem mais de trás. É como Mano Menezes o imagina. E exatamente no lugar do jogador do Milan, titular absoluto desde a era Dunga.
- Se for preciso mudar, e os treinamentos mostrarem isso, podemos trocar uma peça para tentar que seja diferente – analisou Mano.
Como programado inicialmente, a Seleção Brasileira folgou nesta segunda-feira. Volta a trabalhar apenas na tarde desta terça-feira. O próximo jogo será no sábado, contra o Paraguai, em Córdoba, pela segunda rodada do Grupo B.

Nenhum comentário:

Postar um comentário