terça-feira, 28 de junho de 2011



Robinho e Julio César 


contagiam Seleção com 


'provocações' em treino

Após atividade tática comandada por Mano nesta segunda-feira, jogadores brincam com rivalidade entre clubes, cortes de cabelo e gols perdidos



Robinho brinca com Julio Cesar após treino de finalização (Foto: Mowa Press)Robinho brinca com Julio César após treino de
finalização na Argentina (Foto: Mowa Press)
Julio César e Robinho são companheiros na Seleção Brasileira que vai buscar o tricampeonato da Copa América. Mas nesta segunda-feira, por conta da disputa entre Inter de Milão e Milan, os dois foram rivais. No treino de finalização que encerrou a atividade comandada pelo técnico Mano Menezes, o goleiro e o atacante se transformaram nos principais personagens nas brincadeiras do grupo canarinho.
O arqueiro queria evitar os gols. E o Rei das Pedaladas marcá-los, principalmente para tirar sarro com Julio César, Jefferson e Victor, que não perdoavam as provocações ao cabelo de Robinho.
- Vai desmanchar o cabelo dele – brincou Julio César com Robinho, não deixando em nenhum momento de provocar o também milanista Alexandre Pato.
Mas as rivalidades não se limitaram apenas aos atletas de clubes italianos. Fred e Jefferson reviveram o duelo entre Fluminense e Botafogo. Alexandre Pato e Victor brincaram em relação ao Gre-Nal. Tudo na maior descontração e sob os olhares do restante do grupo.
Fred não poupava o goleiro alvinegro quando balançava a rede.
Com esse cabelo você acha que vai marcar gol em quem"
Julio César brinca com Neymar durante treino de finalização
- Essa disputa é pessoal – brincava o artilheiro tricolor, que ouviu Robinho narrar um gol sobre Jefferson.
- E o Fluminense abre o marcador: 1 a 0. A torcida pó-de-arroz comemora – dizia o Rei das Pedaladas.
Os clássicos regionais seguiram em alta em Campana. O duelo da vez foi entre o artilheiro Fred e o goleiro Julio César. O coração flamenguista do arqueiro falou mais alto.
- Agora é o Fla-Flu. Vou dar a vida - disse o goleiro, que não conseguiu defender a cobrança do goleador da equipe das Laranjeiras.
Mas as provocações não se limitaram apenas aos atletas que jogam ou atuaram nos clubes do Rio de Janeiro. Robinho também não deixava de "zoar" Julio César. A cada gol marcado em um dos arqueiros, o jogador do Milan gritava sem medo de ser feliz.
- Falem do meu topete agora – repetia o Rei das Pedaladas, chamando Julio César de Queixada.
Mas não era apenas o cabelo de Robinho que virou motivo de gozação. O penteado de Elano foi batizado de “pantufa” por Victor. David Luiz intitulou-se “Sócrates”, relembrando o jogador da Seleção Brasileira na década de 80.
Neymar também não deixou de ser provocado por Julio César. O goleiro caiu na pele do menino durante todo o treino de finalização.
- Com esse cabelo você acha que vai marcar gol em quem? Aqui tem goleiro de verdade. Com os da Libertadores você deitava – provocou o arqueiro brasileiro.
Nas cobranças de pênalti não foi diferente. Robinho não perdia tempo de brincar com Julio César e se vangloriar diante do grupo.
- É uma delícia marcar gol nele – dizia.
Das três cobranças, o atacante fez três no titular da Seleção. Neymar balançou a rede duas vezes e perdeu outro ao acertar o travessão. No fim, vitória dos batedores por 14 a 9.
Antes da atividade técnica, Mano Menezes comandou mais um treino tático com a equipe titular. Utilizando apenas metade do campo, o comandante armou a equipe com a mesma formação do último domingo: Julio César, Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos; Lucas Leiva, Ramires e Paulo Henrique Ganso; Robinho, Neymar e Alexandre Pato.
Neymar brinca com julio cesar após o treino na Argentina (Foto: Mowa Press)


Nenhum comentário:

Postar um comentário